Áudios

MENSAGEIRO
Data: 18/02/2017
Créditos:
Título do texto.: Mensageiro
Autor do texto..: Ismeraldo Pereira Sousa
Declamado por...: Ismeraldo Pereira Sousa
Música de fundo.: Júlia
Autor da música.: IsmeraRock
Copyright © 2017. Todos os direitos reservados.
Você não pode copiar, exibir, distribuir, executar, criar obras derivadas nem fazer uso comercial desta obra sem a devida permissão do autor.


MENSAGEIRO

Ah! Amigo mensageiro passarinho, estás cansado.
Pousas, deixas o teu fôlego se recompor,
Te alimentas e descansas,
Não te apressas com este recado,
A mensagem que trazes (imagino) não envolve temor,
Isto vejo no balanço das tuas asas e, ao pousares, como danças.

O que irás me dizer, pela forma do teu cantar,
E mais uma vez, me permites, vou imaginar,
Foi pensado, foi a ti dito e a mim recomendado
Por aquela que o meu coração, por um instante, fez despedaçado.

Deixa-me, enquanto tu te recompões, amigo passarinho mensageiro,
Aquietar minh’alma e meu coração,
Pois somente assim, sem sobressaltos,
Sem percalços, domada a minha emoção,
Por inteiro terei de ti, mensageiro relator,
O que me manda o meu amor.

Ah, amigo mensageiro passarinho, estás descansado.
Agora do teu fôlego totalmente recomposto,
Cantas, cantas com carinho, com gorjeio maravilhado,
Na melodiosa forma como foi composto
Pelo meu amor e a mim enviado.

Ah! Amigo mensageiro passarinho relator,
Quantas dúvidas, quantas dores, quantas mágoas
O teu relato, maviosamente gorjeado, de mim tirou!

Ah! Amigo mensageiro passarinho relator,
Que neste instante também te fazes de restaurador,
Substituindo por amor o enxerto de dor
Que coloquei no vazio do peito quando meu amor viajou.

E já com meu coração apaziguado, amigo restaurador passarinho,
Podes voltar ao meu amor, com carinho,
Batendo as tuas asas com frescor,
Cantando, dançando e saltitando com todo vigor,
Frente a frente do meu grande amor,
Comportando-te como verdadeiro ator.

Aí, meu amigo mensageiro passarinho relator e restaurador,
Saberá aquela que a mim ti enviou
Que sua mensagem a mim chegou,
Que o meu coração se renovou,
Tornando-se real a esperança, pois a felicidade de mim se apossou.
Enviado por Ismeraldo Pereira em 02/07/2017

Copyright © 2017. Todos os direitos reservados.
Você não pode copiar, exibir, distribuir, executar, criar obras derivadas nem fazer uso comercial desta obra sem a devida permissão do autor.



Comentários