Áudios

A PAZ NASCE NA PRAÇA
Data: 31/03/2017
Créditos:
Título do texto: A Paz Nasce na Praça
Autor do texto.: Ismeraldo Pereira
Declamação.....: Ismeraldo Pereira
Copyright © 2017. Todos os direitos reservados.
Você não pode copiar, exibir, distribuir, executar, criar obras derivadas nem fazer uso comercial desta obra sem a devida permissão do autor.


A PAZ NASCE NA PRAÇA

Para ali todos voltaremos
A buscar a paz que se plantou
Desde pequenino, desde que nascemos,
Ali levados por mamãe, papai, vovó e vovô.
 
Com mãos e pés pela terra brincamos
E, inocentemente, as flores
Não só arrancamos e esmagamos... cheiramos,
Iniciando gestos futuros de amores.
 
Gramas, árvores e bancos.
Pedras que, juntinhas, caminhos formam.
Os bem-te-vis, canários, sabiás... encantos!
Pipoca, sorvete, quebra-queixo...  a todos chamam.
 
E ao sair dali, aos poucos nos esticando, pelo mundo rodando,
Nos vendo adultos, cabelo de branco pintando,
Sentindo esvair a paz ali nascida
Voltamos, sentindo a missão cumprida,
 
Sentamos num banquinho,
Braços dados, vovó e vovô,
Olhamos brincando o netinho
Alegremente no sobe-e-desce do ioiô
 
Olhinhos nos olhinhos, segurando a mão,
Numa confidência de amores,
A lembrarmo-nos crianças naquele chão
A esmagar, cheirar e entregar aquelas flores. 
Enviado por Ismeraldo Pereira em 31/03/2017

Copyright © 2017. Todos os direitos reservados.
Você não pode copiar, exibir, distribuir, executar, criar obras derivadas nem fazer uso comercial desta obra sem a devida permissão do autor.



Comentários