Ismeraldo Pereira Sousa
"Que pode uma criatura senão, entre criaturas, amar?" Drummond
Capa Meu Diário Textos Áudios Fotos Perfil Livros à Venda Livro de Visitas Contato Links
Áudios
AMOR DE MARIA
Data: 10/01/2019
Créditos:
Testo: AMOR DE MARIA
Autor: Ismeraldo Pereira Sousa
Voz: do autor
Copyright © 2019. Todos os direitos reservados.
Você não pode copiar, exibir, distribuir, executar, criar obras derivadas nem fazer uso comercial desta obra sem a devida permissão do autor.
AMOR DE MARIA

Mesmo que tu fosses Maria somente,
os caminhos, se neles tu passasses,
teus risos, tua beleza realçasses,
tudo em volta se tornaria contente.

Como o das graças a ti é pertencente
tua bondade pede que as espalhes
a todas as pessoas que tu olhares,
para a alegria se fazer presente.

E não faltariam mãos estendidas,
como se pires nelas contivessem
para guardar as graças que recebessem

tornando-se, cada um nas suas medidas,
difusor dessa grande alegria
espargida por teu amor, Maria.

E no seu comentário RUB LEVY produziu um poema interativo:

Maria,
tantas marias,
pra mim bastaria uma só
que eu tanto amaria...
Enviado por Ismeraldo Pereira em 10/01/2019
Copyright © 2019. Todos os direitos reservados.
Você não pode copiar, exibir, distribuir, executar, criar obras derivadas nem fazer uso comercial desta obra sem a devida permissão do autor.
Comentários
Capa Meu Diário Textos Áudios Fotos Perfil Livros à Venda Livro de Visitas Contato Links