Ismeraldo Pereira Sousa
"Que pode uma criatura senão, entre criaturas, amar?" Drummond
Capa Meu Diário Textos Áudios Fotos Perfil Livros à Venda Livro de Visitas Contato Links
Textos
A PAZ

Quando os braços
encontram-se em abraços,
em forte entrelaço...

Quando os corações
sentem as pulsações
um do outro nas junções...

Quando os lábios
emolduram sorrisos
largos...

Quando os olhares
entrecruzam-se
brilhando nos beijos e pulsações,

neste exato instante,
com esse carinho reinante,
a paz se faz abundante.
Ismeraldo Pereira
Enviado por Ismeraldo Pereira em 12/09/2020
Copyright © 2020. Todos os direitos reservados.
Você não pode copiar, exibir, distribuir, executar, criar obras derivadas nem fazer uso comercial desta obra sem a devida permissão do autor.
Comentários
Capa Meu Diário Textos Áudios Fotos Perfil Livros à Venda Livro de Visitas Contato Links